Arquivo da categoria: Portugal

Fim de 1ª Fase


Chega ao fim a 1ª Fase da Copa do Mundo de 2010. Neste post uma pequena análise de cada grupo e um enfoque especial no jogo da Seleção Brasileira hoje de manhã.

GRUPO A

Um dos grupos mais equilibrados dessa Copa. O Uruguai foi indiscutivelmente o melhor time do grupo, passando invicto pela primeira fase e mostrando um futebol interessante, ofensiva e com uma sólida defesa a equipe celeste pode ir ainda mais longe na Copa.

O segundo colocado México passou com apenas 4 pontos mas deu a impressão de que pode crescer mais dentro da competição, muito azar ou muita sorte enfrentarão a Argentina logo nas Oitavas (repetindo o confronto de 2006).

Já África do Sul e França foram duas das grandes decepções dessa Copa, principalmente a equipe europeia.

Os anfitriões, comandados pelo brasileiro Dunga, não mostraram um bom futebol em nenhum jogo e acabaram merecendo ficar fora, mas a torcida para que avançassem um pouco mais era enorme.

A França vai querer esquecer essa Copa, onde tudo deu errado, 1 empate e 2 derrotas, apenas 1 gol feito e um péssimo futebol apresentado, não bastasse tudo isso ainda ocorreram brigas internas, entre Anelka e Domenech e Evra e um preparador físico, a França volta pra casa mal, muito mal! Au revoir, les Bleus.

GRUPO B

O grupo B é mais um dos grupos que teve um país latino americano terminando como líder. No caso a Argentina de Maradona, que mesmo jogando com time misto no último jogo contra a Grécia, passou com 3 vitórias e mostrando talvez o melhor futebol que essa Copa já viu até agora. O destaque principal é Messi, mas o time argentino não se baseia somente no camisa 10 e deve ir longe nessa Copa.

A segunda vaga do grupo ficou com a Coreia do Sul, que começou vencendo bem a Grécia mas que depois por pouco não ficou fora.

Grécia e Nigéria bem que tentaram beliscar essa segunda vaga, mas ambos bobearam contra a Coreia. A Grécia tomou um baile e a Nigéria que poderia ter vencido e se classificado ficou só no empate contra os asiáticos (chances pra vencer foi o que não faltou).

Méritos pra Park e companhia que já fizeram uma bela campanha em 2002 e agora tentam atrapalhar o caminho dos uruguaios.

GRUPO C

Grupo em que todos imaginavam Inglaterra e EUA classificados, mas em posições trocadas.

Esse foi um dos grupos de nível técnico mais baixo e contraditoriamente o que teve um dos jogos mais emocionantes até agora.

A favorita Inglaterra não mostrou um bom futebol até agora e pode se complicar nas Oitavas (onde teremos o clássico Alemanha x Inglaterra). Classificando-se com 2 empates e uma vitória o time de Fabio Capello ainda está longe do ideal.

Já os EUA, que também classificou-se com 2 empates e 1 vitória (mas com mais gols marcados) foram injustiçados na segunda rodada e estariam fora das Oitavas, deixando a classificação para a Eslovênia, mas aos 45 minutos do segundo tempo, no jogo da terceira rodada contra a Argélia, um gol do craque do time Landon Donovan deu aos estadunineses a vaga e de quebra a primeira posição do grupo, enfrentam agora Gana nas Oitavas, a única seleção africana que passou pra próxima fase.

Argélia e Eslovênia ficam pelo caminho sem deixar muitas coisas pra serem lembradas, a seleção africana inclusive não marcou um gol sequer.

GRUPO D

O grupo da Alemanha começou com uma sonora goleada dos alemães sobre a Austrália e com uma vitória de Gana sobre a Sérvia. Acabou de uma maneira parecida com Alemanha e Gana ficando com as duas vagas, mas no meio disso tudo coisas diferentes aconteceram e a impressão de uma Alemanha fortíssima foi desfeita.

Os comandados de Joachim Löw mostraram certa inconstância na derrota para Sérvia na segunda rodada e agora podem provar se estão tão bem como se está dizendo ou não nas Oitavas, no confronto contra os ingleses.

Já Gana enfrenta os EUA tentando manter a honra do futebol africano, que não foi bem nessa Copa “em casa”, mesmo sem Essien a equipe de Gana conseguiu avançar e pode ir mais além.

Sérvia e Austrália ficam com aquela sensação ruim de que ambos poderiam ter se classificado também, não demonstraram um futebol brilhante em nenhum momento, mas buscaram sempre a vitória e se estivessem nas Oitavas com certeza iriam dar trabalho.

GRUPO E

Outro grupo em que o líder termina com 100% de aproveitamento.

A Holanda confirmou seu favoritismo e classificada ainda na segunda rodada pode poupar alguns jogadores na última rodada quando venceu Camarões por 2 x 1. Tem pela frente agora a Eslováquia nas Oitavas.

A seleção africana acabou decepcionando também ,saiu da Copa com 3 derrotas e sem mostrar um bom futebol.

A Dinamarca pela primeira vez na sua história saiu da Copa ainda na primeira fase, não foi bem em nenhum dos três jogos, mostrando falhas infantis no duelo contra Camarões aliás, mas apesar disso esse jogo foi sua única vitória nessa Copa.

Essas duas eliminações são facilmente justificadas quando se fala do classifcado Japão. A equipe do atacante Honda (um dos destaques dessa Copa) mostrou um bom e convincente futebol, principalmente na última rodada contra a Dinamarca, e mereceu muito essa vaga. Enfrenta agora o Paraguai nas Oitavas e ficam as expectativas de um ótimo jogo.

GRUPO F

Mais uma grande decepção dessa Copa.

A Itália, atual campeã mundial e favoritíssima pra ficar com a primeira posição do grupo, não só não se classficou, mas também terminou a Copa sem vencer (2 empates e 1 derrota) e na última posição do grupo.

Quem passou foi Paraguai e Eslováquia.

Os latino americanos seguraram a Itália na primeira rodada e venceram bem a Eslováquia na segunda, com um empate chocho contra a Nova Zelândia na última rodada garantiram a primeira posição do grupo. Tem pela frente o Japão, que vem muito bem e pode complicar.

A Eslováquia foi quem terminou de vez com a Itália, com uma vitória por 3 x 2 na última rodada, o time europeu conta com um dos artilheiros da competição, o atacante Vittek e pega agora uma forte Holanda, tentando supreender mais uma vez.

E o grupo contou também com uma situação curiosa: a Nova Zelândia, que todos esperavam que fosse ser um saco de pancadas, conseguiu sair da Copa na primeira fase invicta, isso mesmo, foram três empates e nada mais.

GRUPO G

O grupo do Brasil. Aconteceu o que muitos esperavam, Brasil em primeiro e Portugal em segundo. A Costa do Marfim, considerada por muitos a melhor seleção africana da atualidade acabou ficando pelo caminho e a Coreia do Norte cumpriu o seu papel de saco de pancadas.

O jogo de hoje entre Brasil x Portugal não foi dos melhores, o placar em 0 x 0 confirma isso e talvez a certeza de ambos que estariam classificados com esse resultado possa ter contribuído também. O Brasil não contou com três de seus principais jogadores e Portugal também não entrou com força total.

Vale destacar a enorme falta que faz Kaká e a boa opção que é Nilmar. A Seleção Brasileira classificou-se invicta e sem maiores dificuldades num grupo que parecia ser mais difícil, o mata-mata começa agora e logo de cara um adversário bastante conhecido, o Chile.

Já Portugal, que aplicou a maior goleada dessa Copa (7 x 0 na Coreia do Norte) ficou a dura missão de encarar a Espanha, nesse que será um dos melhores jogos dessa Copa.

GRUPO H

O grupo H começou de maneira surpreendedora para muitos, com a derrota da Espanha para a Suíça logo na primeira rodada.

Enquanto isso o Chile vencia Honduras e ia cavando a sua vaga. A Espanha se recuperou na segunda rodada e o Chile confirmou o bom momento, até que hoje na terceira rodada tudo se decidiu e a Espanha se impôs, mostrando que o tropeço da primeira rodada já é passado, venceu o Chile por 2 x 1 e ficou com a primeira posição do grupo.

No duelo ibérico tudo pode acontecer e em outro “duelo doméstico” Brasil x Chile também devem fazer um bom jogo.

A Suíça sai da Copa tomando gol dessa vez, e Honduras cumpre o seu papel de mero figurante, terminando com apenas 1 pontinho.

Agora é pra valer, amanhã começam as Oitavas com Uruguai x Coreia do Sul e EUA x Gana, o Un Quimera continua acompanhando a Copa, deve rolar um Rabo de Urna agora no fim de semana e depois “acontecimentos”, o blogueiro segue pra jogar um futebolzinho logo mais, até.

Sawubona #03

O Sawubona do mês de março fala de uma curiosidade interessante; um tabu que foi quebrado.
Desde 1986 que todas as seleções europeias que terminavam a Copa em 3º ou 4º lugares ficavam de fora da Copa seguinte.
Aconteceu com a França (3º em 1986 e fora da Copa de 1990), Inglaterra (4º em 1990 e fora da Copa de 1994), Suécia (3º em 1994 e fora da Copa de 1998), Holanda (4º em 1998 e fora da Copa de 2002) e Turquia (3º em 2002 e fora da Copa de 2006).
Em 2006, a disputa do terceiro lugar foi entre Portugal e Alemanha (vitória alemã por 3 x 1) e ambos estarão na África do Sul em 2010.
E é interessante falar um pouco sobre estas duas seleções, que apesar de não viverem bons momentos podem surpreender, a Alemanha por toda a tradição em Copas e Portugal por contar com bons valores individuais e por ter crescido muito na última década (quando o assunto é futebol).
A seleção alemã conta com grande maioria do elenco atuando dentro do país, a base da equipe da Copa de 2006 do meio para a frente foi mantida, a defesa sofreu consideráveis modificações, tanto no gol quanto na zaga.
O meio continua comandado por Ballack e Schwensteiger e na frente Mario Gomez e Miroslav Klose, parceiros de Bayern de Munique são as grandes esperanças. Klose tem um ótimo histórico em Copas do Mundo.
O que preocupa é a fase recente, o amistoso contra a Argentina, dentro de casa trouxe um gosto amargo de derrota por 1 x 0 e deixou muitas dúvidas sobre a Seleção Alemã.
Em um grupo relativamente fácil, com Gana, Austrália e Sérvia, a classificação não deverá ser muito difícil, resta ver o progresso durante o restante da competição.
Já Portugal não conta com a mesma tradição alemã, mas retrospecto recente é animador.
Com boas campanhas nas duas últimas Eurocopas e na última Copa do Mundo a Seleção Portuguesa foi crescendo mas com a saída de Felipão em 2008, após a derrota na Eurocopa para a mesma Alemanha que havia vencido os Patrícios na Copa de 2006, Portugal deu uma caída.
A suadíssima classificação nas Eliminatórias é um reflexo disso e outro ponto negativo para Portugal na Copa da África é o grupo.
Com Coreia do Norte, Costa do Marfim e Brasil a briga promete ser boa, com exceção da Coreia do Norte que não deve brigar por nada, as outras três seleções devem protagonizar grandes jogos. Claro, espera-se o Brasil classificado em 1º lugar, mas e o segundo?
É dever de Raul Meireles, Nani, Liedson e do principal astro Cristiano Ronaldo levar Portugal mais além mais uma vez. A seleção foi bem modificada de 2006 pra cá.
Sawubona volta no mês que vem e a Copa vai chegando também.