Arquivo da categoria: Oswaldo Montenegro

Loucura?

Nas “andanças” pela internet me deparei ontem com um vídeo que foi exibido no programa Fantástico da Rede Globo, falando sobre o novo visual da casa de Oswaldo Montenegro.
O famoso cantor e compositor, de mais de trinta anos de carreira, pintou todo o seu apratamento, começou há cinco anos e finalizou a “obra” por agora.
Perguntado sobre o porquê disso, Montenegro disse:
“É quase como se me desse um vazio insuportável. Começar a pintar isso aqui me deu uma estranha alegria, me deu uma euforia, uma coisa que beirava a loucura no sentido mais feliz da palavra loucura. Até quando eu pintei, a arrumadeira ligou para a Madalena e falou: ‘Eu acho que o Montenegro pirou’. Eu falei: “Minha senhora, quando eu pintar o apartamento de outra pessoa, a senhora me interna, mas enquanto eu pintar o meu, tá tranquilo”.
O que mais me chamou atenção na matéria toda foi a maneira como o repórter e toda a edição do Fantástico tratou o caso. Um abordagem meio irônica e preconceituosa, só pra se ter uma noção a matéria começa com esse parágrafo:
Oswaldo Montenegro resolveu pintar o apartamento dele. Coloriu tudo em casa. O que levaria um cantor famoso da MPB a fazer o que fez no seu próprio lar?
Tá, tudo bem, concordo que uma coisa desse tipo não é nem um pouco normal, a princípio pode e deve causar um pouco de estranheza sim, mas as perguntas feitas a ele parecem ter sido de alguém que nunca viu nada de diferente na vida.
Será que você não tem receio de que achem que é uma maluquice?
Como assim? Oswaldo Montenegro foi simples e categórico na respota:
“O que eu diria é que não precisam se preocupar que eu estou muito bem, e que eu tenho dois privilégios dos quais eu não esqueço nunca. Um é que eu vivo cercado de afeto e o segundo é que eu tenho a sorte de trabalhar no que adoro trabalhar”.
Acabou. Montenegro está muito além das ideias batidas e comuns da grande mídia de hoje em dia, não é loucura, é originalidade.
Será que os repórteres do Fantástico adoram o trabalho deles?
Acho que hoje em dia ocorre uma inversão de valores, em que o comum, fácil e chato é valorizado, é o “correto” e o inesperado, o original, é tratado como loucura.
Não tô falando que é pra todo sair pintando sua casa, não é isso, a questão é a seguinte: existem muitas pessoas inteligentes e originais, que querem e podem viver de uma maneira bem diferente da propagada atualmente, mas as vezes ficam presas aos conceitos impostos a elas.
Outra pergunta “legal”:
Oswaldo Montenegro é lúcido ou louco?
A resposta novamente detona tudo:
“Eu sou lúcido. Eu tenho certeza absoluta que eu sou lúcido. Todo ser humano deve se expressar da maneira mais livre possível. Disso eu tenho certeza absoluta, e nada melhor que a nossa casa pra gente exercer isso”.
Se de tudo o que eu falei ficou a impressão de que eu só estou querendo criticar a Globo ou Fantástico, peço perdão desde já, se não fossem eles fazer essa matéria eu nem iria estar sabendo dessa “loucura” do Montenegro, apenas quero deixar claro que o Brasil carece, dentre muitas outras coisas, de um jornalismo menos bajulativo e previsível.
No mais é isso, a atitude de Oswaldo Montenegro na minha opinião foi sensacional.
E pra terminar o post uma citação do lúcido Oswaldo Montenegro:
“Metade de mim é amor. A outra metade também.”