Arquivo da categoria: Marcelo Cabeça

A Luz da Manhã

Depois de publicar “A Saudade não pode acabar” em outubro, volto a publicar uma produção de Marcelo Cabeça. A exemplo do que aconteceu com o texto citado acima, Marcelo me enviou um e-mail com esse poema “A Luz da Manhã”, eu comentei um pouco sobre o poema com ele e decidi publicar também aqui no Un Quimera.

Sempre aberto às produções literárias dos amigos, o Un Quimera exibe mais uma, aí vai:

Luz da manhã

Poucos momentos me contagiam.

A luz do amanhecer é um deles.

Instante de reflexão, compreensão.

A espera de uma solução.

Instante de incansável procura,

e talvez nenhuma resposta.

Vem a manhã seguinte sem resposta.

Manhã incansável dia após dia,

basta um novo amanhecer para a resposta,

mas o santo dia não vem,

e espera-se por esta manhã.

Acredite, mas não desista,

Acredite e não se canse,

este dia está próximo.

Basta acreditar nesta manhã,

como a última da terra

e verás a resposta.

Marcelo Borges Pinto

A Saudade Não Pode Acabar

No dia 1º de janeiro de 2009 eu estava inaugurando esse blog. Se perguntassem pra mim naquele dia qual era o intuito disso eu acho que hoje nem saberia dizer mais qual seria a minha resposta naquela época. De lá pra cá eu vivi muita coisa, aprendi várias outras, mas o fundamental e que eu acho que sempre diria em relação ao blog, seja em janeiro de 2009 seja nesse outubro de 2011 é que esse Un Quimera é um lugar pra pessoas que estão afim de ler e de pensar um pouco mais, a princípio é só um lugar pra eu descarregar minhas ideias e opiniões em forma de poemas, contos, artigos e etc, mas esse ponto de despertar o gosto da leitura e da reflexão nos leitores é também essencial.

Você leitor deve estar se perguntando o porquê de eu estar falando tudo isso, o motivo é o seguinte: o post de hoje é um texto de um grande amigo dos tempos de São Gonçalo, amigo que quase sempre encontro quando vou pra lá e que principalmente nas férias é uma das pessoas com quem eu mais converso e compartilho experiências.

Falo de Marcelo Borges Pinto, o “Marcelo Cabeça” dos QuimeraCasts. Ontem ele me passou um e-mail com esse texto e eu fiquei realmente emocionado ao ver que o meu blog devagarinho, devagarinho vai despertando a leitura e a escrita em outras pessoas, quando essas pessoas são amigos parece ser mais gratificante ainda.

O aspirante à faculdade de Medicina fala sobre a saudade (tema comum em rapazes e garotas como nós que saem das pequeninas e singelas cidades e vão para os grandes centros) e da vida como um todo, citando orgulhosamente tanto a Marta quanto o Mauro. Sem mais conversas vamos ao texto:

A Saudade Não Pode Acabar

Cá estou nesta noite quente de São Paulo e me vem à mente visitar o Blog do meu grande amigo Rogério Arantes. Após a leitura de alguns textos postados, alguns posts me chamaram muito a atenção: Transporte Coletivo e “Quimera Tube #40”.

Depois de refletir sobre estes posts, percebi o quanto se assemelham no aspecto da saudade (um sentimento que tem vindo muito à tona neste momento da minha vida), e com base nisso gostaria de expor alguns pensamentos e reflexões.

Há quase dois anos deixei uma cidade pacata do interior de Minas Gerias – São Gonçalo do Sapucaí – e vim morar em São Paulo em virtude do estudo.  E desde esse momento comecei a perceber o quanto a vida pode se tornar difícil a partir do momento em que não se tem esforço para ter aquilo que se quer. Como diz minha querida mãe: “onde tem ferro, tem ferrugem”, e aos poucos a saudade da vida “monótona” que levava aparece mais, junto com a dificuldade de se viver longe dos pais, assumir os seus compromissos, viver momentos de solidão, sem a presença daqueles que desde pequeno aprendi a amar. E isto pode se tornar um medo, uma frustração para homens que não tenham “ninguém” com quem possam se abrir.

A saudade cada vez mais se torna evidente, chegando a um ponto de ser um martírio em certos momentos do dia, podendo fazer mal a mim próprio. Diga-se de passagem, me fez mal em certo momento e pensei em desistir da cidade grande. Mas a saudade se tornou um mal necessário, é só com ela que vou poder conquistar o meu desejo de ser médico. E hoje entendo este sentimento doloroso pelo qual alguns passam. Do que vale este mal se a vida é feita de fases?  Passa-se por isso, é inevitável. Preciso deste momento para conseguir aquilo que almejo.

Existem vários por aí que não se encontram com a saudade para conquistar um sonho. Ou por uma vontade, ou por já estarem em um grande centro urbano e perto daqueles que amam ou por já terem nascido do “lado” do tão almejado desejo construído durante a sua infância e adolescência. Mas, principalmente cidadãos do interior, convivem com este mal, pelo fato de irem buscar na cidade grande o que tem em mente.  Mas deve-se ter um objetivo bem moldado na cabeça para não se deixar levar pela saudade e acabar voltando para a sua terra natal ou suas proximidades.

Agora, Como deixar a saudade de lado? Como citado anteriormente, apenas homens com objetivos na vida conseguem seguir em frente e deixar de lado. Vale a pena citar uma frase em que meu grande pai diz: “Um homem na vida sem objetivos não é nada”.

Para muitos a saudade sempre estará vinculada com a conquista dos sonhos. E para outros apenas um sentimento no qual se pode rotular como tolice. Mas basta estar distante das pessoas das quais sempre gostou e enxergar o quanto este sentimento está entrelaçado.

Marcelo Borges Pinto

QuimeraCast #05 – A perplexidade, a América e o Brasil

Caros leitores e ouvintes, o QuimeraCast está de volta!

Depois de três meses sem dar as caras por aqui, o podcast do Un Quimera enfim voltou. Como já disse desde o início a ideia do podcast sempre foi muito desejada por mim, mas por todo amadorismo e falta de condições mesmo, a ideia de soltar um por mês acabou ficando pra trás.

Com a periodicidade estourada, pelo menos por enquanto, vou ir lançando assim que der, espero poder voltar a ter uma periodicidade mais “garantida” em pouco tempo.

E hoje, o quinto QuimeraCast, a exemplo do primeiro, vai falar sobre futebol. Durante todo esse mês de julho e também agora na primeira semana de agosto, estou passando férias aqui em São Gonçalo do Sapucaí. Paralelamente a isso, também rolou a Copa América, aí conversando com o pessoal daqui resolvemos fazer um podcast falando essa Copa América e o papo acabou seguindo um pouco pros lados do Campeonato Brasileiro 2011.

Pra fechar de vez o assunto Copa América e já dar a deixa para um podcast de fim ano que falará mais especificamente sobre o Campeonato Brasileiro 2011, eu, Rogério Xablau, Mauro Boizão, Marcelo Cabeça, Guilherme Picolé, Lucas Moreno e João Otávio, Bota Fogo, falamos sobre um campeonato que colecionou zebras, frangos, pênaltis perdidos, perplexidade e cavadinhas além de pitacos sobre o início de outro campeonato com ótimas campanhas, algumas decepções, muitos gols e ainda um único invicto.

Duração: 59 min.

É só baixar e ouvir:

QuimeraCast #05 – A perplexidade, a América e o Brasil

QuimeraCast #02 – Bebedeiras e “Paiaçadas”

No ar o segundo QuimeraCast!

Assim como aconteceu com o primeiro, este ainda apresenta algumas falhas, tentei, tentei, tentei e não consegui achar um player pra executar direto do blog, vai no link e baixa o arquivo mesmo, é até bom que já fica armazenado no PC.

Neste QuimeraCast o assunto mudou completamente, do futebol para as Bebedeiras, falando mais de coisas internas, deu pra dar muitas risadas durante a gravação e o principal intuito desse QuimeraCast é mesmo fazer rir.

Não falamos sério em quase nenhum momento, foram só “paiaçadas” mesmo, e pros mais fundamentalistas é bom não forçar a barra, palavrões, besteiras e coisas do tipo sempre surgem em conversas informais, ainda mais quando o assunto é bebida, então relaxa e escuta esse QuimeraCast querendo dar risada.

Eu, Rogério Xablau, Caio Badeco, Mauro Boizão, Marcelo Cabeça, Diego MacGyver, GuBond e João Otávio, Bota Fogo falamos sobre bagunças e “paiaçadas” acontecidas em São Gonçalo do Sapucaí, Campanha, Ubatuba e Ilha Bela. Saiba como se proteger de seus inimigos, não esquecer da primeira vez, tomar banho de roupa e fazer churrascos com salsichas.

Duração: 65 min.

É só baixar:

QuimeraCast #02 – Bebedeiras e “Paiaçadas”

Obs.: Pra quem quiser ver a cena do banho de roupa do GuBond o link é esse aqui: GUBOND TOMANDO BANHO DE ROUPA

QuimeraCast #01 – Futebol e etc.

Outra novidade no Un Quimera 3.0!

Enfim chegou a hora de postar o tão sonhado Podcast do Un Quimera, o QuimeraCast.

Daqui a pouco vai vir o link para ouvi-lo, mas antes faz-se necessário deixar aqui algumas ressalvas.

Como já disse acima o QuimeraCast foi muito sonhado por este que vos fala e enfim concretizado, a ideia é continuar e publicar um por mês, mas neste primeiro muitos erros com certeza apareceram.

Todos os participantes não tinham muita intimidade com o microfone e algumas gaguejadas, descontinuidades, ruídos e outros probleminhas mais facilmente serão notados durante o QuimeraCast, peço compreensão, pois ainda estamos começando, a ideia é prosseguir e ir melhorando QuimeraCast a QuimeraCast.

Outro ponto a se destacar é em relação à edição, feita toda ela por mim, não está lá grandes coisas, fui baixando programinhas comuns e aos poucos fazendo alguns cortes e adicionando algumas músicas e narrações para dividir as partes.

Feitas todas essas ressalvas, acho que chega a hora também de exaltar um pouco o QuimeraCast, imaginava algo em torno de 30 minutos e conseguimos logo de cara mandar um papo que fluiu bem de 76 minutos. Achei isso bem positivo e a nível de experiência conta muito.

No primeiro QuimeraCast sobre Futebol e etc., eu, Rogério Xablau, Mauro Boizão, Lucas Moreno, Marcelo Cabeça e João Otávio, Bota Fogo, falamos sobre as contratações e expectativas para a temporada 2011 do futebol brasileiro e demos palpites sobre os campeões, falamos também das emoções vividas na última Copa do Mundo, dos nossos jogos inesquecíveis, além, é claro, dos narradores e narrações engraçadas, salpicadas com “paiaçadas” internas de membros e amigos do QuimeraCast.

Duração: 76 min.

Sem mais palavras agora, chegou a hora de escutar, críticas, elogios e sugestões nos comentários, please.

QuimeraCast #01 – Futebol e etc.

*Provisoriamente fica só o link para download, é baixar e ouvir. A falta de técnica do blogueiro fez com que não tivéssemos um player aqui no post para ouvir direto, por enquanto vai ter que ficar assim, mas em breve dou um jeito de conseguir arrumar isso.