Arquivo da categoria: Bolsa Celular

Os "acontecimentos" de novembro/2009

As visitas de Shimon Peres e Ahmadinejad ou até mesmo as eleições uruguaias e hondurenhas poderiam estar aqui, mas preferi focar em outros dois acontecimentos não menos importantes:
Bolsa-Celular

Já falei aqui no Un Quimera do Vale Cultura, uma atitude do governo que eu considerei positiva.
Hoje falo do Bolsa Celular. Projeto feito pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, que prevê que cada família que recebe o Bolsa Família receba também, de graça, um celular e R$ 7 por mês em créditos.
O projeto foi repassado para o presidente Lula no dia 10 e foi visto com muito entusiasmo pelo mesmo.
Dessa vez me sinto na obrigação de criticar.
Sim, isso soa meio estranho, Bolsa Celular, não é nem de longe algo de primeira necessidade para a população brasileira.
Só que é fácil de ser explicado, faltam 31 dias para 2010, e 2010 é ano de Eleição, e toda vez que nos aproximamos de ano de Eleição o governo que está no poder toma atitudes não tão inteligentes, que visam “beneficiar” o “povão”, que na maioria das vezes, bitolado, cai nessa conversa.
Cada um dos celulares do Bolsa Celular pode gerar alguns votos, e no fundo é isso o que pensam e o que sabem Lula e cia.
Não entrando no critério partidário, até porque acredito que qualquer um que estivesse lá faria coisa parecida, mas entrando sim no critério da democracia: atitudes como essa corrompem ao menos um pouco a questão democrática das Eleições e isso é uma pena.
Ano que vem o Un Quimera falará bastante dessas Eleições e esse acontecimento com certeza será relembrado.
Apagão de Itaipu
Também no dia 10, ocorreu o outro acontecimento, de proporções enormes em se tratando de Brasil.
Outro acontecimento intimamente relacionado com a Política, que interfere também na Segurança Nacional.
Foi o apagão de Itaipu, que atingiu 18 estados brasileiros além do Paraguai, durante a madrugada do dia 10 para o dia 11 inúmeras foram as consequencias e os danos causados por esse apagão: hospitais sem água, semáforos desativados, ruas sem iluminação pública, panes nos elevadores, etc…
O que se discute é qual foi o real motivo para essa “catastrófe” e quem são os responsáveis.
E essa discussão parece não ter nenhum ponto em comum, são muitos os envolvidos: a ministra da Casa Civil e presidenciável Dilma Rousseff, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e os principais representantes de Itaipu: Márcio Zimmermann e Jorge Miguel Samek.
Equipamentos danificados, problemas meteorológicos como um vendaval, várias são as versões.
Cada um fala uma coisa, e o real problema é escondido debaixo do tapete. Algumas das declarações chegam a ser deploráveis, como a do indicado de José Sarney, Edison Lobão que disse que o apagão foi “um micro problema”.
Enfim, este é o outro assunto que pode ter ecos em 2010 na hora das Eleições, portanto é bom ficar atento e relembrá-lo no ano que vem.