Le Rouge et Le Noir #18

Assisti ontem à partida entre Grêmio x Flamengo já pensando no que iria escrever aqui hoje. A verdade é que a cada minuto do jogo que passava a vontade de escrever diminuía, mas, ainda assim vou escrever um pouco sobre a partida de ontem e sobre a atual situação do Flamengo.

Poucos dias depois de eu escrever o último post da série Le Rouge et Le Noir, Ronaldinho foi embora do Flamengo. A situação daquele que veio para a Gávea a preço de ouro e que despertou nos torcedores a esperança de conquistar títulos e mais títulos,  já era bem complicada há um bom tempo. Por fim ele assinou a rescisão de contrato com o Flamengo e na semana seguinte foi contratado pelo Atlético Mineiro.

Esse acontecimento de uma forma ou de outra mexeu com os torcedores rubro-negros, a grande maioria, como é o meu caso, creio que já queria a saída dele há um bom tempo e se sentiu aliviada com isso. No entanto, eu logo pensei: bom, agora que o “grande astro” saiu as coisas vão ter que mudar! Não vai existir mais nenhum camisa 10 pra jogar a bola e esperar um milagre acontecer, todo mundo vai ter que jogar de verdade e pior do que tá não fica.

Ledo engano. Parece que mesmo depois da saída de Ronaldinho Gaúcho tudo continua desorganizado e despreocupante. Desorganizado porque nenhum time que joga com quatro volantes no meio-campo toma gol todo jogo, desorganizado porque não se tem mais um time titular bem definido, não se tem um bom esquema tático, despreocupante porque o adversário que enfrenta o Flamengo sabe de tudo isso e quando se depara com o ataque rubro-negro vê sempre as mesmas ineficazes e previsíveis jogadas.

O jogo de ontem contra o Grêmio foi o melhor exemplo disso. Não fosse um certo desinteresse por parte dos gremistas, talvez um tanto abatidos pela recente eliminação na Copa do Brasil, uma goleada histórica poderia ter acontecido. Aqui vale ressaltar também o trabalho do goleiro Paulo Victor, talvez o único jogador rubro-negro que conseguiu fazer algo positivo ontem.

Enfim, a situação e desastrosa e deprimente. Por mais otimista que eu possa ser em relação ao Flamengo, vendo um jogo como o de ontem só dá pra dizer: esse ano vamos ter que lutar e muito pra não cair!

Não sei se a culpa é do Joel, da diretoria, dos jogadores todos ou de alguns em específico, só sei que os torcedores rubro-negros querem algo novo e diferente e não isso o que estamos vendo aí.

*Vale ler também o texto do Arthur Muhlenberg, que segue a mesma linha desse aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: