The Finals 2011

E enfim é chegada a hora de mais uma edição das tão aguardadas finais da NBA.

Durante os Playoffs falei um pouco sobre os confrontos, esbocei alguns palpites, dei meus pitacos. Hoje falarei um pouco de como foram as finas das conferências e tentarei uma projeção dessas finais, que reeditarão as finais de 2006.

Dallas Mavericks e Miami Heat chegam a grande decisão com muitos méritos. Essa temporada da NBA já pode ser considerada, com certeza, emblemática. Diria que foi o fim de um ciclo que durou 12 anos, desde a aposentadoria de Michael Jordan até a atual temporada a liga era dominada por Lakers e Spurs, sim, rolaram outros campeões que não eles, mas numa síntese geral tudo girou em torno de Tim Duncan, Kobe Bryant, Shaquille O’Neal e Phil Jackson.

Pra muitos esse ciclo pode ainda não ter sido quebrado, mas o fato de nenhum desses quatro nomes citados estarem presentes nessas finais já mostra um pouco das mudanças ocorridas na liga. Outro ponto que corrobora para essa tese do fim do ciclo é o grande número de times com jovens jogadores chegando nas fases finais, embora o finalista Dallas Mavericks não seja um bom exemplo disso, peguemos o Oklahoma City, o Chicago Bulls, o Atlanta Hawks e o próprio Memphis Grizzlies, todos times de baixa média de idade, que já chegaram longe e têm tudo para serem os grandes protagonistas de temporadas vindouras.

Mas o post de hoje não é sobre o que vira a partir da temporada 2011/12, mas sim sobre o que virá nessas finais de 2011.

O Dallas Mavericks em nenhum momento foi um dos grandes favoritos ao título do Oeste, Lakers e Spurs, e até mesmo o Oklahoma City eram quem ocupavam os postos de favoritos. Os dois grandes cairam ainda cedo – os Spurs para os surpreendentes Grizzlies e os Lakers para o Dallas Mavericks, num impactante 4-0, a série além de tudo marcou a aposentadoria do treinador multicampeão Phil Jackson – e o Oklahoma City de Durant e Westbrook caiu para o Dallas na grande final do Oeste.

Os méritos do Dallas de chegar até as finais são incontestáveis. A equipe do Texas é muito equilibrada (digo isso no sentido titulares/banco) e possui jogadores com muita experiência e técnica. Não é qualquer um que conta com jogadores do calibre de Jason Kidd, Shawn Marion, Jason Terry e Peja Stojakovic em seu time. Além desses nomes, uma grata surpresa para os Mavs nos Playoffs foi a subida de rendimento do pequenino J.J. Barea que vem fazendo bons jogos, dando qualidade para a equipe nos minutos de descanso de Jason Kidd. Mas o grande nome do Dallas é mesmo Dirk Nowitzki. O alemão já não é nenhum novato, mas joga com fôlego de um. Com atuações memoráveis nesses Playoffs é candidato forte ao posto de MVP das Finais, e é nele que as maiores esperanças do Dallas estão depositadas.

Olhando para o outro lado temos o Miami Heat. Este, ao contrário do Dallas, sempre foi tido como um dos grandes favoritos ao título da Conferência Leste. Depois de passar por várias críticas durante a temporada regular e não ter conseguido a primeira colocação da Conferência Leste, chegou aos Playoffs com muita seriedade e humildade, depois de eliminar os Sixers no primeiro round enfrentaram os dois adversários mais fortes possíveis, os experientes e tarimbados Celtics e o líder da temporada regular e time do MVP da temporada, Chicago Bulls.

Vencendo ambas as séries por 4-1 o Miami mostrou que todas as expectativas depositadas em cima dele podem ser sim correspondidas. O trio James-Wade-Bosh comandou a equipe nessas vitórias, com destaque maior para o primeiro que a cada temporada que passa se mostra um jogador ímpar, que impressiona a todos, faz jogadas bonitas e envolventes e sempre chega a decisões, foi assim nos Cavs e está sendo assim também em Miami. Além do “mainstream” outros jogadores como o ótimo Mike Miller, que ressurgiu nesses Playoffs, também ajudam o Heat na busca de mais um título.

As finais se iniciam na terça e depois de falar um pouco de cada time vou dar o meu palpite. Prever equilíbrio num duelo desses é redundante, como já disse ambos os times mereceram chegar a essas finais e o título estará em boas mãos de qualquer maneira. Aposto em algo que seria de certa forma engraçado. Não da mesma maneira como em 2006, mas acredito que o resultado final será 4-2 para o Heat.

Escrevo mais sobre NBA aqui no Un Quimera quando essas finais forem decididas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: