Inclinação Literária #02 – Um romance latino-ítalo-americano

A Inclinação Literária de número dois continuará num ritmo parecido – narrativa, ideológica e socialmente falando – da Inclinação Literária de número, na qual falei sobre On the Road, de Jack Kerouac.

Falo hoje de Pergunte ao Pó, de John Fante.

Li ambos os livros no fim do ano passado e no começo desse ano, isso tem uma explicação, durante boa parte do ano passado li por alto alguns textos falando sobre esses livros de conotação vamos dizer “underground” e muito me interessaram, imaginava uma literatura intensa e sagaz, foi exatamente isso que eu encontrei quando li e por isso escolhi essas obras pra falar nesses primeiros posts da série.

Pra falar do autor, já vou entrar um pouco na obra em si, o personagem principal, Arturo Bandini é o alter-ago do próprio autor, John Fante, características comuns a ambos: escritores, ítalo-americanos, apaixonados e com uma estranha tristeza presente em suas ideias, em sua conduta.

Posto isso, passo ao prefácio da edição que eu li. Feito por ninguém mais, ninguém menos que Charles Bukowski, outro ícone dessa literatura underground, e diga-se de passagem, é um dos melhores prefácios que eu já li, introduz muito bem o livro e pede até uma pequena citação aqui nesse post, propaganda melhor não há:

“Eu tinha um cartão da biblioteca. Tomei o livro emprestado, levei-o ao meu quarto, subi à minha cama e o li, e sabia, muito antes de terminar, que aqui estava um homem que havia desenvolvido uma maneira peculiar de escrever. O livro era Pergunte ao Pó e o autor era John Fante. Ele se tornaria uma influência no meu modo de escrever para a vida toda.”

O livro trata basicamente de um momento da vida de Arturo Bandini e de sua paixão pela mexicana Camilla Lopez. Esta brevíssima sinopse já justifica esse meu título. Um dos vários aspectos interessantes dessa obra, a meu ver, é essa relação entre o mundo americano e os imigrantes italianos e latinos. Duas raças muito fortes dentro da América. A trama do livro mostra muito bem as relações entre essas diferentes etnias, dialogando com o cotidiano estadunidense.

Sociológica e historicamente falando também, outro aspecto importante do livro e a época em que se passa e como isso se reflete dentro da trama. É um Estados Unidos dos anos 30, a Crise de 29, de maneira muito sutil é abordada, mostrando as consequências dela dentro da sociedade.

Outro ponto importantíssimo é a questão da abordagem psicológica do personagem principal, Arturo Bandini. Sendo seu alter-ego, John Fante soube como ninguém como colocar de maneira correta e instigante, as angústias, pensamentos e desilusões do personagem. As cartas do editor, as conversas e momentos com Camilla Lopez, a trama como um todo que se desenvolve a partir de Bandini.

Mais uma vez volto a dizer, que fazer um resumo dos acontecimentos do enredo, ir citando pequenos detalhes e outros personagens secundários não é muito a minha praia. A ideia era essa mesmo, falar mais especificamente do personagem principal do livro e dos aspectos exteriores a trama, mas de extrema importância para o significado do livro.

Hoje já vou ficando por aqui, em maio tem mais Inclinação Literária.

2 pensamentos sobre “Inclinação Literária #02 – Um romance latino-ítalo-americano

  1. […] que vinha seguindo (os dois primeiros posts haviam sido de On The Road, de Jack Kerouac e Pergunte ao Pó, de John Fante.) e passa para uma literatura mais filosófica, um autor de origem argelina e radicado na […]

  2. […] vinham seguindo até aqui (escritores estrangeiros e masculinos: os americanos Jack Kerouac e John Fante e o francês Albert Camus), o post de hoje vai ser sobre um dos livros de uma grande escritora […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: