Mundo à milanesa

Ontem foi disputada a final do Mundial de Clubes da FIFA, versão 2010.

Acredito que todos, principalmente os brasileiros queriam ter assistido ao tão esperado duelo de “Inters”, entre o de Milão e o de Porto Alegre.

Porém não foi bem assim. O Inter de Porto Alegre, como todos sabem, acabou ficando pelo caminho, sendo eliminado nas semi-finais pela grande zebra africana, o Mazembe.

Mazembe que soube se comportar muito bem nas semi-finais, o favoritismo do Inter era enorme, e logo no começo do jogo a equipe gaúcha perdeu boas chances, mas os africanos se seguravam e esperavam brechas na defesa vermelha, que apareceram.

2 x o pra Kidiaba (um dos grandes nomes desse Mundial) e cia. O Inter teve que se contentar com a disputa do terceiro lugar contra o Seongnan Ilhwa.

Na disputa do terceiro lugar o Colorado se impôs e com dois gols de Alecsandro, um de Tinga e um D’Alessandro venceu o Seongnan por 4 x 2, os outros dois gols do jogo foram anotados por Molina, ex-Santos.

Na grande final um jogo atípico para uma final de Mundial de Clubes.

Vale lembrar que essa foi a última final em Abu Dhabi, ano que vem o Mundial volta para sua ” casa”, no Japão.

Atípico pois foi o confronto entre um gigante europeu que chegou  com uma certa desconfiança para o Mundial e uma enorme zebra africana, o Mazembe possivelmente nunca teve seu nome escutado em outro continente que não o africano e agora é um dos times mais falados em todo mundo, querendo ou não, mesmo com o vice, esse Mundial foi uma grande vitrine para os congoleses.

Logo com 17 minutos a equipe de Rafa Benítez (que estava pressionado e em caso de derrota possivelmente seria demitido) já abriu 2 x 0. Com gols de Pandev, após rápida jogada e de Samuel Eto’o. O camisa 9 que foi comemorar com o banco e com as sacolas acabou sendo eleito o melhor jogador do Mundial, de maneira merecida! Esteve muito bem na final, ajudando inclusive a defesa em alguns momentos e na frente sempre insinuante e raçudo.

Depois desse forte golpe inicial o Mazembe não conseguiu nenhuma real reação, até tentou chegar, buscar o gol, mas a disparidade técnica era notável, a zebra teria que se contentar mesmo com o vice.

No segundo tempo o jogo continuou parecido, com a Inter sem muito volume ofensivo, mas tendo algumas ótimas chances, e o Mazembe tentando buscar o ataque, mas sem muita eficiência.

No fim, o jovem reserva Biabiany ainda recebeu na frente, tirou de Kidiaba e fez o terceiro gol pra fechar a conta. A Inter termina a competição com dois 3 x 0 e com o seu terceiro título mundial.

Mérito da equipe dos brasileiros Julio Cesar, Maicon, Lucio, Thiago Motta e Phillipe Coutinho. Que mesmo sem ter sido brilhante e mesmo tendo chegado à Abu Dhabi com muita desconfiança por parte da torcida e da imprensa conseguiu se impor e vencer bem.

Vale deixar registrado também uma menção honrosa à equipe africana, jogou com muita raça e até onde deu foi, como já falei Kidiaba com certeza foi um dos grandes personagens desse Mundial, além do cabelo exótico (característica de boa parte do time) sua dancinha de comemoração de gols é característica e muito engraçada.

Ao Inter de Porto Alegre resta as lamentações de um time que entrou na competição como favorito para muitos e acabou ficando com um triste 3º lugar. Ao Inter de Milão a sensação de que mesmo desacreditado, o time tem capacidade para ir longe e os títulos da Liga dos Campeões e do Mundial coroam a ótima temporada milanesa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: