Brasil Tricolor

Como de costume, ao fim dos grandes campeonatos de futebol coloco um post aqui falando sobre o campeonato em geral, o campeão, a final ou os jogos decisivos.

No caso do Brasileirão, como no ano passado o Flamengo foi campeão o post foi mais uma comemoração, hoje, sem comemoração nenhuma, devido a péssima 14ª colocação do Flamengo no Brasileirão desse ano, falo sobre o título do Fluminense, para alguns bi e para outros tricampeão brasileiro.

O Campeonato Brasileiro desse ano teve algumas semelhanças com a edição passada.

Muito competitivo, levou a briga pelo título e por uma possível vaga na Libertadores até a última rodada, sem contar é claro a briga contra o rebaixamento, assim como no ano passado.

Dos 4 times que subiram da segunda divisão no ano passado, 3 permaneceram, o único a cair foi o Guarani, que ao lado de Grêmio Prudente, Goiás e Vitória vão disputar a Série B em 2011. O Prudente desde o início foi mesmo o time mais inofensivo da competição, para o Vitória a queda talvez tenha sido uma surpresa muito grande, o rubro-negro baiano havia chegado até a final da Copa do Brasil e feito boas campanhas nos anos anteriores, caiu muito de rendimento no fim do campeonato e sucumbiu, o Goiás oscilou bons e maus momentos, mas os últimos prevaleceram e o time esmeraldino cai para a segunda divisão, podendo realizar algo inédito no ano que vem: disputar, no mesmo ano, a Série B e a Copa Libertadores da América, é isso mesmo, basta confirmar sua vantagem, hoje, as 22h, contra o Independiente pela final da Sul-Americana, o jogo é na Argentina e no Serra Dourada o Goiás venceu por 2 x 0, as chances goianas de título são grandes.

Essa questão da Copa Sul-Americana, a partir desse ano dar ao campeão uma vaga na Libertadores do ano seguinte influiu muito no Brasileirão, caso o Goiás seja mesmo o campeão, apenas os 3 primeiros colocados do Brasileirão (Fluminense, Cruzeiro e Corinthians) irão a Libertadores. Caso o Goiás perca o quarto colocado Grêmio é quem vai.

Grêmio que garantiu essa vaga na última rodada, num confronto direto contra o Botafogo, que também buscava essa vaga, o Grêmio venceu por 3 x 0 e confirmou o ótimo segundo turno, o tricolor gaúcho depois da entrada de Renato Gaúcho no comando técnico subiu muito de produção, fez ótimos jogos e teve o artilheiro da competição, Jonas, com 22 gols.

Além de Grêmio e Botafogo, que depois de muito tempo fez um bom campeonato, mostrando a força do elenco e de Joel Santana, Atlético/PR, São Paulo e Palmeiras também chegaram a disputar verdadeiramente essa vaga, a equipe paranaense teve bons momentos na competição, principalmente quando estava sob o comando de Carpegiani, e até as últimas rodadas ainda tinha chances reais de conquistar a vaga na Libertadores, já a dupla paulista deu adeus a esse sonho um pouco antes, o Palmeiras na verdade depositava suas esperanças na Copa Sul-Americana, mas acabou sendo eliminado nas semi-finais pelo Goiás, o São Paulo, depois de muito tempo, não consegue essa vaga na Libertadores, fez um campeonato apenas comum e vem passando por uma reformulação nas mãos de Carpegiani.

Faltou falar de Santos e Inter, que por terem conquistado Copa do Brasil e Libertadores, respectivamente não se importaram muito com o Brasileirão, mas até que terminaram bem; Vasco, Ceará, Atlético-MG, Atlético-GO e Avaí tiveram participações bem discretas, os três últimos até certo ponto correram sérios riscos de rebaixamento, já Vasco e Ceará em nenhum momento nem correram reais riscos de rebaixamento nem aspiraram por algo maior.

O Flamengo, como já havia dito, terminou em 14º e apesar de ter corrido risco de rebxaimento não esteve dentro da zona de rebaixamento em nenhum momento nesse campeonato, com a entrada de Vanderlei Luxemburgo o time mostrou uma pequena melhora em relação ao time de Silas, mas ainda sim esteve muito mal e uma grande reformulação deve acontecer agora.

Enfim, esse é um panorama rápido do que foi o rebaixamento e a luta pela Libertadores e as posições discretas da tabela, mas o intuito principal do post é mesmo falar do campeão Fluminense.

O tricolor carioca, dois de 26 anos, conseguiu conquistar o maior título nacional. Alguns momentos foram decisivos dentro da competição para esse título e algumas polêmicas envolvendo os três candidatos ao título também apimentaram ainda mais a competição.

Mas antes disso vale dar os créditos ao Fluminense que vinha de um Brasileirão horrível, onde chegou a ter 99% de chances de cair pra segunda divisão, mas onde também se reergueu e com uma arrancada final exepcional  começou a moldar o que seria esse time campeão de 2010.

Com um primeiro semestre fraco no Carioca e na Copa do Brasil, Muricy Ramalho chegou como o nome que resolveria os problemas do Flu.

E ele mal começou a fazer isso veio um convite pra ser técnico da Seleção Brasileira. Não é qualquer um que recusaria isso, mas ele e o Fluminense recusaram, e o treinador então três vezes campeão brasileiro ficou nas Laranjeiras.

Isso acabou interferindo em outro concorrente ao título, o Corinthians. Quem assumiu a Seleção foi Mano Menezes deixando o Corinthians em ótima posição no Brasileirão, com uma campanha quase perfeita, nas mãos de Adilson Batista.

O ex-técnico do Cruzeiro não conseguiu encaixar seu estilo de jogo no Parque São Jorge, o que fez o Corinthians perder jogos importantes e cair um pouco dentro da competição.

Enquanto isso o Fluminense de Muricy ia ganhando pontos importantes e outro time começava a surgir como potencial candidato ao título, o Cruzeiro de Cuca.

A equipe mineira, comandada pelo argentino Montillo, um dos melhores jogadores desse campeonato, fez um final de primeiro turno e começo de segundo avassalador, jogando um futebol envolvente e chegando até a liderança em determinado momento da competição.

Mas se o Cruzeiro tinha Montillo, o Fluminense tinha Conca. O argentino do Flu jogos todos os jogos do campeonato e em muitos deles decidiu as coisas a favor do tricolor carioca, dentro das semelhanças do campeonato do ano passado com esse, além do campeão carioca, o campeão também contou com um estrangeiro que articulou muito bem o meio de campo e fez o time jogar.

Mas o Fluminense ao longo do campeonato foi tendo uma série de lesões e jogadores importantes como Fred, Emerson, Deco e Diguinho ficaram fora de vários jogos do Flu.

A campanha não foi só alegria, tiveram alguns tropeços e tropeços grandes inclusive, afinal, o Flu perdeu seus confrontos diretos contra Cruzeiro e Corinthians no segundo turno, para o time mineiro por 1 x 0 em Minas e para o Corinthians pro 2 x 1 no Rio, jogo que marcou o último gol de Washington na competição, o atacante que jogou boa parte da competição devido as lesões de Fred, caiu num inferno astral enorme no segundo turno e perdeu gols incríveis.

E nos tropeços do Fluminense, o Corinthians, agora com Tite no comando, aproveitava e chegou à 35ª rodada na liderança da competição, num jogo muito, mas muito polêmico.

Corinthians 1 x 0 Cruzeiro, no Pacaembu. O gol do jogo saiu de um pênalti duvidoso em cima de Ronaldo. O Cruzeiro reclamou muito do juiz nesse, que por acaso seria eleito o melhor árbitro do campeonato, Sandro Meira Ricci.

Depois desse jogo o Cruzeiro praticamente deu adeus ao título, embora tivesse lutado até o fim e conseguido a segunda colocação na última rodada, o moral celeste foi muito abalado e Corinthians e Fluminense pareciam ser os verdadeiros candidatos ao título.

Aí veio mais polêmica, nas rodadas 36 e 37, o Fluminense enfrentou São Paulo e Palmeiras, respectivamente, venceu ambos os jogos por 4 x 1 e 2 x 1, e surgiram as insinuações de que as equipes paulistas teriam entregado os jogos para não ver o Corinthians campeão.

Essa é outra semelhança com o campeonato do ano passado, quando o campeão Flamengo venceu Corinthians e Grêmio nas rodadas 37 e 38, por 2 x 0 e 2 x 1, e os rivais sugeriram que as duas equipes também entregaram os jogos para não verem São Paulo ou Inter campeões.

Na boa, em ambos os casos é óbvio que as torcidas de São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Grêmio não queriam ver seus rivais campeões, mas os times não tinham mais nenhuma ambição dentro do campeonato e não teriam porque jogar tudo e vencer, podem até ter entregado sim, mas queriam que eles jogassem o jogo da vida deles? E também tem aquela, se os times que supostamente entregaram não tivessem em uma situação sem nenhuma ambição maior dentro do campeonato, seriam adversários fortíssimos para os campeões, a questão aí é de tabela, de pontos corridos.

Acredito que isso é um grande problema do sistema de pontos corridos e aconteceu dois anos seguidos, isso traz a tona outra discussão que é sobre a volta do sistema de mata-mata, aí já é outro assunto que talvez mereça até um post próprio, mas desde já me posiciono a favor dessa volta.

Depois disso tudo chegamos a última rodada com o Fluminense na liderança precisando apenas vencer o já rebaixado Guarani dentro de um Engenhão lotado de tricolores. Outra polêmica pra rechear mais um pouquinho o campeonato: a tal falada Mala Branca. O Corinthians teria pago o Guarani para endurecer o jogo, acho que nem preciso comentar sobre isso, se é válido ou não, não importa, o que penso é que se o Fluminense jogar o seu futebol o Guarani, recebendo quantas malas brancas for, não é capaz de vencê-lo, não á atoa que um terminou em primeiro e o outro foi rebaixado, não é querer desmerecer a equipe de Campinas é apenas uma constatação óbvia. O Flu venceu, com gol de Emerson e o Corinthians apenas empatou com o também já rebaixado Goiás no Serra Dourada, o Cruzeiro venceu de virada o Palmeiras e terminou na segunda colocação.

Pra fechar o campeonato e as polêmicas, o presidente corintiano Andres Sanches relembrou que o Fluminense, campeão da terceira divisão em 1999 subiu direto para  primeira em 2000, simplesmente pulando a segunda divisão, isso é outro fato, que realmente aconteceu e que gera sim uma certa revolta.

Mas apesar disso o Fluminense de 2010 era outro, que contava com um bom elenco que soube segurar a barra de tantas lesões e que tinha, principalmente no craque Conca, a grande referência que foi o grande nome do campeonato.

Em 2011 tem mais.

O Un Quimera volta ainda esse ano falando de futebol com post falando sobre a final do Mundial de Clubes da Fifa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: