Os "acontecimentos" de junho/2010


Voltando ao esquema antigo de dois acontecimentos por mês, o Un Quimera fecha o mês de junho com uma grande perda para a Literatura e uma grande conquista no basquete:

Morre Saramago

O dia 18 de junho de 2010 ficou marcado por ter sido o dia da morte de um dos maiores escritores da Língua Portuguesa. Sim, acredito poder colocá-lo no nível de Camões, Pessoa e Machado de Assis. Falo de José Saramago.

Nascido em 1922, em Azinhaga, Portugal, o escritor que recebeu um Nobel de Literatura em 1988 e um Prêmio Camões em 1995, ficou caracterizado fortemente pelo seu ateísmo e seu espírito crítico.

Sua primeira obra publicada foi Terra do Pecado (1947), outros livros como O Ano da Morte de Ricardo Reis (1984), O Evangelho Segundo Jesus Cristo (1991) e contos como O Conto da Ilha Desconhecida (1997) estão estre suas principais obras.

Ensaio Sobre a Cegueira (1995) ficou conhecido por muitos devido a adaptação cinematográfica feita pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles, o livro segundo o próprio autor é:

“Um livro francamente terrível com o qual eu quero que o leitor sofra tanto como eu sofri ao escrevê-lo. Nele se descreve uma longa tortura. É um livro brutal e violento e é simultaneamente uma das experiências mais dolorosas da minha vida. São 300 páginas de constante aflição. Através da escrita, tentei dizer que não somos bons e que é preciso que tenhamos coragem para reconhecer isso.”

Além de suas obras Saramago deixa a imagem de um homem polêmico, que participou de polêmicas em relação à Igreja Católica e ao Papa Bento XVI, e também em relação ao Estado de Israel.

Mas obras e polêmicas a parte, a Literatura e a arte como um todo com certeza sentirão falta de José Saramago. Mentes inteligentes como a dele são necessárias para o mundo e independente da posição religiosa ou política que assumem merecem muito respeito e admiração.

Pra finalizar, as últimas palavras deixadas por Saramago em seu blog:

“Acho que na sociedade actual nos falta filosofia. Filosofia como espaço, lugar, método de reflexão, que pode não ter um objectivo determinado, como a ciência, que avança para satisfazer objectivos. Falta-nos reflexão, pensar, e parece-me que, sem ideias, não vamos a parte nenhuma.”

LA Lakers chega a 16 títulos da NBA

Pensa num Flamengo x Vasco, pensa num Cruzeiro x Atlético, pensa num Gre x Nal, pensa num Corinthians x Palmeiras,agora junta tudo e imagina esses confrontos decidindo 2 finais de campeonato num período de 3 anos. É mais ou menos isso que rolou nas Finais da NBA nessa temporada 2009/10.

No ano passado fiz uma cobertura maior da NBA aqui no Un Quimera, falei dos Playoffs e das Finais, como nessa temporada acabei não acompanhando direito a melhor liga de basquete do mundo preferi deixar pra comentar apenas sobre as Finais e acredito que colocá-las nos “acontecimentos” é mais do que justo.

Como já disse a rivalidade que envolvia essa decisão era enorme, os Lakers vinham do título mas precisavam vingar a derrota para os mesmos Celtics dois anos atrás, os maiores campeões da NBA por sua vez queriam mais um título e até por terem chegado com muito mais dificuldade nas Finais nessa temporada, o título seria a coroação máxima.

Pois bem, o jogo 1 da série mostrou um sólido Los Angeles Lakers. A dupla Gasol/Bryant estava inspirada e não deu chances para os Celtics: 102-89 num Staples Center lotado.

O jogo 2, ainda no Staples Center foi diferente, a dupla que se destacou foi Allen/Rondo. O primeiro anotou 7 cestas de 3 pontos no primeiro tempo e o segundo conseguiu seu quinto triplo-duplo nos Playoffs. Vitória dos Celtics por 103-94.

O jogo 3, no TD Banknorth Garden poderia ser a chance dos Celtics de abrir vantagem na série depois da vitória fora de casa, mas aí foi a vez de brilhar a estrela de um cara que sempre brilha em Playoffs: Derek Fisher. Com 11 pontos no último quarto, o armador fez a diferença pros Lakers vencerem por 91-84 e voltarem a liderar a série.

No jogo 4 a série foi novamente empatada. Nem mesmo os 33 pontos de Kobe Bryant impediram a vitória dos Celtics que contaram com o auxílio luxuoso do seu banco, que anotou 21 pontos, destaque pra Glen “Big Baby” Davis, vitória por 96-89.

No jogo 5 novamente Kobe Bryant foi decisivo e mostrou porque é o melhor jogador da NBA na atualidade, anotando importantíssimos 38 pontos, porém mais uma vez não foi capaz de bater os Celtics, a equipe da casa não teve um destaque individual, mas sua defesa como um todo foi muito sólida e com muito sacrifício a vitória veio: 92-86.

O jogo 6 poderia ter sido o último da série, os Lakers poderiam mais uma vez ter sido parados pelos Celtics, mas dessa vez foi diferente, sabendo da importância histórica do momento os comandados de Phil Jackson fizeram um jogo quase perfeito e venceram bem por 89-67.

Até que veio o épico jogo 7. Um jogaço digno da história das duas equipes e da qualidade e tradição da NBA. Duas equipes focadas e com muita sede de vitória. Mesmo em Los Angeles e depois de uma avassaladora derrota no jogo 6 os Celtics não se abateram e ficaram a frente do placar boa parte do jogo. Mas dessa vez o título ficaria por ali mesmo, com destaque para o polêmico e eficiente Ron Artest, os Lakers conseguiram virar o jogo e vencê-lo por 4 pontos de diferença: 83-79.

Fim de NBA e o Sweet 16 dos Lakers fica para a história, os Celtics continuam sendo os maiores campeões da NBA com 17 títulos, mas agora a diferença cai para apenas um título.

É a consagração absoluta de Bryant e Phil Jackson, ambos já vinham conquistando muitos títulos com os Lakers mas esse tem um gosto especial, e além deles todo o time merece muito, vale lembrar também Artest e Gasol que nunca haviam conquistado esse título.

Enfim, a NBA mais uma vez confirma o seu alto nível e essa temporada com certeza ficará marcada na memória de muitos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: