Sawubona #05

Bem, hoje é o dia do último Sawubona. Afinal, no mês que vem a tão esperada Copa do Mundo da África já vai começar e aí ao invés dos Sawubonas entrarei com posts mais específicos sobre os jogos que forem rolando.
E pra fechar a série, depois de falar sobre os estádios, os times africanos e alguns dos principais concorrentes da Seleção Brasileira, como Itália, Portugal e Alemanha, falo hoje da nossa seleção, com enfoque maior na convocação definitiva de Dunga feita hoje mais cedo.
Uma pequena análise posição por posição, vale lembrar que eu não sou nenhum grande especialista e vou apenas dar a minha opinião.
GOLEIROS
Júlio César (Inter de Milão)
Gomes (Tottenham)
Doni (Roma)
Bom, é indiscutível a titularidade de Júlio César, terceiro goleiro da Seleção na Copa da Alemanha, ele evoluiu muito nos últimos 4 anos, tornou-se uma das principais peças da Inter de Milão e também fez atuações sólidas com a camisa da Seleção, é hoje um dos melhores goleiros do mundo, se não o melhor.
Já as convocações de Gomes e Doni, ao meu ver são muito questionáveis, pouco utilizados na Seleção (até porque Júlio não deu brechas para isso), ambos são bons goleiros, mas não se encaixam naquele perfil clássico de goleiro reserva pra Copa do Mundo, o ideal é um goleiro muito experiente para ajudar o grupo e um bem mais jovem para já se preparar para a Copa seguinte, nenhum dos dois são muitos jovens nem muito experientes, dificilmente algum
deles aparecerá na Copa de 2014 e enquanto Doni é reserva da Roma, Gomes joga pelo Tottenham, que convenhamos, apesar do bom momento não é lá um grande time. Acredito que dentro do futebol brasileiro existem melhores nomes como Victor do Grêmio e Fábio do Cruzeiro.
LATERAIS
Maicon (Inter de Milão)
Daniel Alves (Barcelona)
Michel Bastos (Lyon)
Gilberto (Cruzeiro)
Dos 4, apenas Gilberto disputou a Copa de 2006.
Pela direita Maicon e Daniel Alves são pra mim um dos pontos mais fortes dessa Seleção. Tanto defensiva quanto ofensivamente ambos são muito bons e viveram ótimos momentos nesses últimos quatro ano dentro e fora da Seleção, a versatilidade de Daniel de também jogar pelo meio é interessante.
Já na esquerda, talvez a posição mais testada e a que menos se chegou a uma conclusão, Dunga levou dois jogadores que já não atuam mais como laterais em seus clubes, tanto Michel Bastos no Lyon quanto Gilberto no Cruzeiro são meio-campistas que não se preocupam tanto defensivamente. A habilidade de Michel e a experiência de Gilberto, aliadas à falta de nomes para a posição acabaram levando ambos para a Copa, acredito ter sido uma boa escolha de
Dunga, embora pense que se Filipe Luís do La Coruña não tivesse se lesionado com tanta gravidade no início do ano uma das vagas deveria ser dele.
ZAGUEIROS
Lúcio (Inter de Milão)
Juan (Roma)
Luisão (Benfica)
Thiago Silva (Milan)
Em relação à Copa de 2006 apenas uma mudança: Thiago Silva no lugar de Cris.
Realmente não tinha muito o que mexer nessa zaga, a dupla Lúcio e Juan foi o grande destaque da Seleção na fraca campanha na Copa da Alemanha e mantiveram o bom futebol nos anos seguintes, o que incomoda são as constantes lesões de Juan, por isso a necessidade de bons reservas.
Luisão já tem experiência e não vem comprometendo no Benfica, já Thiago Silva é uma aposta de Dunga, uma das melhores na minha opinião, depois de ótimas apresentações no Fluminense em 2008 e 2009 ele chegou ao Milan e já vai ganhando seu espaço no rubro-negro da velha Bota. Não vejo o que contestar em relação à zaga escolhida por Dunga.
MEIO-CAMPISTAS
Felipe Melo (Juventus)
Gilberto Silva (Panathinaikos)
Josué (Wolfsburg)
Elano (Galatasaray)
Ramires (Benfica)
Kléberson (Flamengo)
Júlio Baptista (Roma)
Kaká (Real Madrid)
Muitas mudanças em relação a última Copa, permanecem apenas Gilberto Silva e Kaká.
No ataque as contestações à Dunga pioram mas aqui no meio campo muita coisa já não é tolerada por grande parte da toricda brasileira.
Felipe Melo foi um achado de Dunga e é mais uma de suas apostas, é inegável que fez boas partidas e não foi atoa que a Juventus o trouxe da Fiorentina, acredito que merece sim a vaga, mas jogando por Flamengo, Cruzeiro e Grêmio não fez nada de extraordinário.
Gilberto Silva vai a Copa definitivamente por sua experiência, todos sabem que o seu futebol não é o mesmo dos tempos de Atlético/MG e Arsenal, é questionável sua convocação, pra mim uma melhor escolha para a posição seria Lucas do Liverpool.
Josué é mais uma das apostas de Dunga, e considero essa uma aposta muito infeliz! Pra ser sincero não acompanho o futebol dele na Alemanha, mas pela Seleção não vi nada de execpcional, o futebol dele me parece muito burocrático, não combina em nada com Seleção Brasileira. São volantes até demais, por que não arriscar e dar mais uma chance pra Ronaldinho Gaúcho?
Elano é um homem de confiança de Dunga, o interessante é sua versatilidade, pode ser muito útil dentro de uma Copa do Mundo, merece a vaga pelas boas aparições com a amarelinha nesses últimos 4 anos.
Ramires jogou muita bola em sua passagem pelo Cruzeiro e acabou sendo convocado somente quando já estava indo para o Benfica, no clube português vem ganhando espaço e fazendo jus à vaga, mas o grande mérito de Ramires foi a Copa das Confederações, ele foi um dos maiores destaques do Brasil nessa competição e ali cravou sua vaga para a Copa. Justa e merecida.
Kléberson é outro nome muito contestado. Na Copa de 2002 foi fundamental, depois passou por períodos ruins na Europa atuando (tentando) no Manchester e no inexpressivo Besiktas da Turquia. Voltou para o Flamengo no fim de 2007 e jogou muita bola até 2009, quando sofreu uma contusão jogando pela Seleção e só voltou aos gramados em 2010. Nesse ano é evidente que o camisa 15 do Flamengo não jogou nada, mas seu histórico pesa nesse momento e a bola
que ele enfiou para Vagner Love marcar o gol da classificação rubro-negra às quartas da Libertadores também, acho válida sua convocação.
Júlio Baptista ganhou muita confiança de Dunga, principalmente pela Copa América de 2007, tem muita força física e também joga em várias posições, mas acho que Elano já é o suficiente para isso, a convocação de Júlio talvez não tão contestada por muitos, pro mim é. Não acho que ele deveria ir à África, pra mim nessa hora era a vez de Dunga surpreender e levar o tão pedido Ganso. O moleque do Santos vive um ótimo momento e é um camisa 10 legítimo, coisa que essa Seleção não tem.
Kaká é o craque do time. Indiscutível a convocação dele, merece muito ir e ser o “dono” dessa Seleção. Só o que incomoda é o seu passado recente, jogando pelo Real ele não conseguiu mostrar o seu irresistível futebol da época de Milan, porém acredito que ele tem plenas condições de modificar isso.
ATACANTES
Robinho (Santos)
Luís Fabiano (Sevilla)
Nilmar (Villareal)
Grafite (Wolfsburg)
O único remanescente da Copa de 2006 é Robinho. Ele foi talvez o grande nome da Era Dunga até 2009, depois de se transferir para o Manchester City não conseguiu mostrar seu bom futebol e então no começo de 2010 resolveu voltar para o Santos, uma decisão muito bem feita pois no Alvinegro da Vila, Robinho voltou a jogar bem e ao lado de Neymar, Ganso e cia. vem fazendo um primeiro semestre quase perfeito, merece ir à África e melhorar a imagem ruim que ficou em 2006.
Luís Fabiano é outra decisão quase incontestável de Dunga. Ele cresceu muito nesses últimos 4 anos, tanto no Sevilla quanto na Seleção, fez muitos gols e gols importantes, artilheiro da Copa das Confederações e homem de confiança de Dunga.
Nilmar teve um período parecido com o de Robinho onde não conseguiu demonstrar seu bom futebol jogando na Europa, voltou ao Internacional e conseguiu recuperar sua vaga na Seleção, no final do ano passado transferiu-se para o Villareal e continuou bem lá, fez muitos gols nos últimos jogos pela Seleção e garantiu sua merecida vaga.
Grafite foi a grande surpresa de Dunga. Sim, ele vem fazendo muitos gols pelo Wolfsburg e desde a época de Goiás já era um centroavante muito bom, tem seus méritos. Mas o Brasil conta com nomes infinitamente superiores na minha opinião e digo mais, a não-convocação de Adriano foi mais por mídia do que pelo futebol apresentado.
Adriano não vem jogando bem pelo Flamengo nesses últimos meses, mas foi essencial para o conquista do Brasileirão 2009 e também vinha correspondendo com a camisa da Seleção, ele é matador, muito forte fisicamente e pode decidir um jogo a qualquer momento, coisa que Grafite não faz sempre.
Parece que a parte podre da mídia esportiva conseguiu o que queria. Adriano errou muito e seus próprios erros também o tiraram da Copa, mas toda essa pressão negativa da imprensa foram essenciais na minha opinião.
Discordando em algumas posições concordando plenamente em outras, essa é a minha análise da convocação de Dunga, agora é esperar começar a Copa de vez, faltam apenas 30 dias, o Un Quimera estará muito ativo nessa Copa do Mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: