Fluminense 3 x 5 Flamengo


Na boa, ontem eu vi um dos melhores jogos de futebol da minha vida!

Um jogo digno no nome e da importância dele, um Fla x Flu daqueles que vai ficar pra história.
E aí vai o texto que eu postei no Confio no Mengão:
Diferentemente do último jogo contra o Americano, esse é um jogo que dá muita vontade de escrever sobre. Mas antes de ir para o jogo especificamente queria dizer sobre o que estava sentindo nas vésperas da partida.

Em todos os blogs e sites que visitei no sábado e hoje de manhã, as previsões para o jogo eram muito parecidas: o Flamengo está com uma defesa ruim, que toma muitos gols, não é mais o mesmo do time do hexa, etc…

E o Fluminense? O Fluminense é o grande time carioca, está jogando muita bola! Não toma gols, faz lindas jogadas, Conca é o melhor jogador em atividade no Brasil, etc…

Sinceramente, até parecia que o Flamengo passou todo o Brasileirão de 2009 lutando pra não cair e o Fluminense foi campeão (será que foi isso mesmo?)

Mas como todos sabem o futebol é resolvido dentro das quatro linhas e nos primeiros quarenta e cinco minutos o Fluminense confirmou tudo o que se falava sobre ele.

Mesmo sem seu principal destaque, Fred, a equipe comandada por Cuca jogou muito bem, Maicon era o melhor em campo, sempre escapando pelos buracos da defesa rubro-negra.
Não demorou muito e saiu o gol do Flu. Enfiada de Diguinho para Alan ser mais rápido do que a zaga do Flamengo e abrir o placar.

O Flamengo bem que tentava mas o Flu era superior, e sempre que chegava, chegava com perigo.

Aos 40 minutos, Angelim cometeu pênalti (?) em Alan. Conca cobrou bem e aumentou a vantagem do Flu.
Dois minutos depois, talvez o único bom lance do Flamengo em todo o primeiro tempo. Juan fez boa jogada pela esquerda e sofreu pênalti claríssimo, cometido por Diguinho.
Adriano bateu e diminuiu.

Mas três minutos depois, aos 45 do primeiro tempo, bola na área do Fla, o zagueiro Cássio chuta, e com muita sorte a bola desvia em Álvaro e entra no gol. 3 x 1 para o Flu, as previsões dos sabichões se confirmando e o Flamengo mal, muito mal! Mostrando todas as fragilidades da defesa e sem força para reagir lá na frente.
Mas como eu já disse e todos sabem, futebol se decide dentro das quatro linhas, mas em certas ocasiões também fora dela, não sei o que Andrade falou naquele vestiário, só sei que o Flamengo perdido e fraco do primeiro tempo não voltou para o segundo tempo, voltou o verdadeiro Flamengo: forte, com raça e vibração, aquela camisa rubro-negra, quando vestida assim, cresce e muito.

As substituições de Andrade foram sensacionais. Willians, que voltava de lesão e Vinícius Pacheco entraram muito bem em campo e foram decisivos.

Como já disse a atitude do Flamengo no segundo tempo foi outra, literalmente passou por cima do bam-bam-bam Fluminense, que simplesmente sumiu em campo no segundo tempo, era hora do Flamengo mostrar porque foi hexacamepão brasileiro e porque é candidato fortíssimo ao tetra carioca.

Com 7 minutos, após bate-rebate na área, a bola sobrou para Vágner Love, o artilheiro do amor não deu bobeira e marcou seu quarto gol em três jogos pelo Flamengo, pra quem desconfiava dele é bom rever as opiniões.

Não demorou nem mais um minuto pro empate chegar. Belíssima jogada de Vinícius Pacheco pela direita, cruzamento na área e gol de Kléberson, era o empate do que já tinha pinta de virada, a raça que o Flamengo demonstrava no segundo tempo era algo fora do comum.

Mas toda essa euforia foi contida aos 15 minutos. Álvaro fez falta no meio de campo, recebeu seu segundo amarelo e foi expulso. David entrou de imediato no lugar de Fierro. E o Flamengo que buscava o gol da vitória teve que se segurar lá atrás, pois o Fluminense agora com um a mais voltava ao ataque com força.

Mas a raça rubro-negra continuava e mesmo com um a menos a virada chegou.

Aos 37 do segundo tempo um belo gol: Vágner Love arrancou, fez boa jogada e rolou para Vinícius Pacheco, o camisa 22 que definitivamente jogou muita bola, apenas rolou para Adriano finalizar e fazer o quarto.

Mas não parou por aí, aos 45, Adriano recebeu em posição legal belo lançamento de Vinícius Pacheco (de novo ele) e fechou a conta: Flamengo 5 x 3 Fluminense. De virada e com um a menos. E só pra lembrar o “Império do Amor” já tem oito gols na competição.

Olha, o Flamengo não é nunca foi perfeito. AS deficiências na defesa continuam, o time novamente tomou muitos gols, sim, tudo isso é verdade, mas uma coisa é certa: esse time é muito forte e tá na briga por tudo que disputa.
E jogos como esse ficam pra história e dão mais orgulho ainda de dizer: Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer!

Se quiserem continuar subestimando não tem problema, dentro das quatro linhas a gente mostra o nosso futebol.

SRN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: