Especial Toca Raul! – Parte 1 – De como tudo começou…

Bem, pra quem não sabe no dia 21 de de agosto desse mês, completarão exatos 20 anos da morte de Raul Santos Seixas.
Sim, sou um fã de Raul, pra mim ele é dos maiores expoentes do rock brasileiro, revolucionou nossa música como um todo e merece muitas lembranças e homenagens.
Como dia 21 de agosto cairá numa sexta-feira, neste mês de agosto todas as sextas serão dia de Toca Raul! aqui no Un Quimera.
Bem poderia falar sobre toda a vida de Raul, fazer uma pequena biografia e citar coisas que sejam acessíveis para todos.
Mas não, sou fã e esses posts são só para malucos belezas como Raul e todos os seus fãs.
E o título dessa parte 1 é “De como tudo começou”
Começou lá em 2004, eram 15 anos sem Raul Seixas e eu com apenas 12 comecei a me
interessar por músicas diferentes das que escutava normalmente, o porque eu não sei até hoje, só sei que comecei a buscar coisas novas.
E uma das primeiras coisas que surgiu foi Raul Seixas.
Tinha um trabalho de escola que falaria sobre música, rock brasileiro era a minha parte, levei meu violão pra escola, mesmo sem saber tocar direito e escutei uma ou outra música de Raul.
Até que chegou o dia em que pedi emprestado algum CD de Raul Seixas pro meu pai.
Lembro como se fosse hoje do primeiro que ele me emprestou: Anarkilópolis.
Um CD póstumo que na verdade era uma coletânea de alguns sucessos de Raul, não demorou pra eu escutar ele várias e várias vezes e pedir mais pro meu pai.
Mal sabia eu que viriam todos os outros, sim, só aí fui descobrir que meu pai era outro raulseixista fanático, e em momento algum me obrigou a escutar Raul, esperou eu pedir e me passou tudo que ele tinha.

Daí pra frente fui conhecendo aos poucos toda a grandiosa, engimática, misteriosa, irreverente e questionadora obra de Raul, no começo, até 2005, era um verdadeiro fanatismo.
Hoje já não vejo assim, rio dos meus desenhos daquela época em que desenhava Raul e sua barba e o símbolo da Sociedade Alternativa nos cadernos de escola.
Hoje nem escuto tanto Raul, mas a importância da música dele na minha vida musical é fundamental, é como eu disse no começo, na época em que comecei a escutar Raul estava querendo conhecer músicas novas, diferentes, e as canções de Raul foram uma porta para aquele outro mundo musical que se abria para mim.
Bem, foi assim que tudo começou, no fim do ano de 2004.
No próximo post, na sexta que vem, falarei de alguns álbuns marcantes de Raulzito.
E pra fechar o post de hoje, um videozinho com uma entrevista de Raul Seixas para Pedro Bial, das antigas, onde Raul fala de várias coisas sobre sua vida, sua obra e tudo mais, pra quem ainda não entrou no clima do Especial Toca Raul! nada melhor do que essa entrevista:




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: