Covardia, Que Covardia!


Se analisarmos bem o program exibido ontem, as iniciais do programa CQC (Custe o Que Custar) da Band poderiam ser mudadas para o título desse post.

Não sou muito ligado em televisão, não sei se é porque minha TV passa poucos canais, ou porque o tempo anda cada vez mais curto pra mim, mas existem alguns programas que eu sou uma espécie de “fã de carteirinha”, é difícil perder.
O CQC é um desses poucos programas.
Por mais críticas que eles possam sofrer, os “homens de preto” comandados por Marcelo Tas, indiscutivelmente um dos grandes jornalistas do Brasil hoje em dia, muito pelos (diria até folclóricos) Ernesto Varela e Professor Tibúrcio.
Além dele, fecham o trio que apresenta o programa todas as segundas, o gaúcho e ex-jogador de basquete Rafinha Bastos e o impagável Marco Luque (seu personagem Jackson Five deve estar de luto atualmente).
Danilo Gentili, Felipe Andreoli, Rafael Cortez e Oscar Filho fazem as matérias, sempre com piadas novas, sempre correndo atrás da informação de uma maneira diferente, o chamado humor inteligente.
Mas falo especificamente sobre o programa de ontem, onde dois dos integrantes do CQC foram literalmente agredidos.
Primeiro, Felipe Andreoli no Rio Grande do Sul.
Inter x Corinthians disputando a final da Copa do Brasil e o repórter do CQC como sempre foi lá, Andreoli sempre está nos eventos esportivos.
Li alguma coisa no blog dele antes do programa ir pro ar e já vi que a situação foi tensa, no programa deu pra ver um pouco do que aconteceu.
Acho lamentável esse tipo de atitude, admiro muito o Rio Grande do Sul, os times de lá tem história e o estado como um todo tem mais história ainda, porém, uma atitude como essa da torcida do Inter é condenável, é lógico que foi apenas uma parte, duvido que todos os Colorados sejam assim, mas mesmo assim, coisas como essa são ridículas, não é querer estampar um nacionalismo eloquente que eu definitivamente não tenho, mas somos todos brasileiros caramba!
Mas pior do que isso, foi a atitude dos seguranças do (por enquanto) Presidente do Senado, José Sarney.
Assim como Felipe Andreoli está sempre na área esportiva, a área política é comandada por Gentili, que no começo do programa ganhou muitos elogios com o quadro “Repórter Inexperiente”.
E estar na área política significa estar sempre no Congresso e procurar sempre o melhor jeito de conciliar o humor com essa coisa tão séria que é a política.
Na matéria exibida ontem, Gentili foi covardemente agredido pelos seguranças de Sarney, eles chegaram até a usar técnicas que eram usadas na época da Ditadura Militar, como bem lembrou o homem da franja invisível.
Agora eu me pergunto: O Brasil ainda tem espaço para isso?
Muito se discute dos erros dos políticos, corrupção e tudo mais, porém coisas como essa atitude dos seguranças de Sarney talvez sejam ainda mais prejudiciais para a democracia em nosso país, liberdade de imprensa é primordial.
Pra finalizar, do pouco que eu sei sobre jornalismo, acredito que o estilo jornalístico que o CQC segue seja um dos melhores atualmente, humor de cara limpa, sem apelação e comprometimento com causas sociais (o quadro Proteste Já!) e com causas políticas (em todas essas matérias de Danilo Gentili), essa é a ideia: ir atrás da notícia, custe o que custar, e apesar do formato do programa ser importado, é muito brasileiro.
Veja a matéria do Danilo Gentili no Congresso, do programa de ontem:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: