Brasil 4 – 0 Uruguai

Era pra ser só mais um jogo das Eliminatórias Sul-americanas para a Copa de 2010
na África do Sul.
Mas o jogo de hoje a tarde, em Montevidéu vai entrar pra história.
Vai entrar pra história porque hoje o Brasil quebrou um tabu de 33 anos.
Desde 1976 a Seleção Brasileira não vencia a Seleção Uruguaia em solo uruguaio.
Apesar disso, o jogo não foi dos melhores.
Logo no início, em uma falha clamorosa do goleiro uruguaio Viera, o Brasil abriu o placar com Daniel Alves, ótimo lateral que foi peça fundamental do “Tripete” do Barcelona na temporada, a briga na lateral direita é muito boa, entre Maicon e Daniel Alves.
O Uruguai teve algumas boas chances no primeiro tempo, Daniel Alves por duas vezes salvou a Seleção tirando bolas praticamente em cima da linha, mas quem salvou mesmo, e vem salvando sempre é Júlio César, ele diz estar vivendo o melhor momento de sua carreira, e é mesmo verdade, Júlio hoje é o melhor goleiro do mundo.
Aos 35 do primeiro tempo, bola na área uruguaia, o zagueiro Juan se antecipa ao goleiro Viera, para, de cabeça, aumentar o placar.
Na volta para o segundo tempo, na primeira boa chance que o Brasil teve já saiu o terceiro. Boa trama ofensiva entre Kaká, Elano e Luís Fabiano, que com um forte chute cruzado fez o terceiro do Brasil no jogo e o sétimo dele nas Eliminatórias, o “Fabuloso” é o artilheiro do Brasil na competição.
Mas aos 19, em um lance bobo Luís Fabiano foi expulso. Mas mesmo com um a menos o Brasil conseguiu marcar o quarto gol. Daniel Alves lançou Kaká que foi puxado dentro da área, pênalti. O próprio Kaká cobrou e deu números finais a partida.
É muito bom ver a Seleção Brasileira goleando, jogando bem, mas é bom lembrar que nem tudo são flores.
Apesar da liderança provisória nas Eliminatórias e da vaga na Copa do Mundo praticamente garantida, o adversário de hoje (Uruguai) que outrora já foi uma potência do futebol latino-americano atualmente tem uma seleção abaixo da média, poucos são os jogadores técnicos no time celeste, em contrapartida, muitos são os jogadores violentos e lentos, ou seja, a goleada não é tão exepcional assim.
Quem vê esse último parágrafo pensa que eu estou querendo criticar a seleção de Dunga, mas não é bem isso não. O que quero dizer é que essa seleção, tão contestada por todos, vem tendo resultados, venceu a Copa América de 2007, lidera as Eliminatórias e em amistosos contra seleções mais fortes (Portugal e Itália) venceu e bem. Além disso, Dunga voltou os olhos para o futebol brasileiro jogado no Brasil, no grupo da última convocação são 7 jogadores que atuam no Brasil, o que seria uma utopia alguns anos atrás.
Vendo o último parágrafo agora, pensam que eu sou totalmente a favor da seleção de Dunga, mas também não é bem assim. Acredito que é uma boa seleção, pelos motivos já citados, principalmente pelos resultados conquistados até agora, mas acredito também que essa seleção terá seu grande teste agora na Copa das Confederações, em que, excetuando a Espanha, o Brasil tem mais time e está jogando muito mais do que todas as outras seleções que vão disputar a Copa das Confederações.
Uma boa campanha nessa competição me convencerá de que Dunga pode sim treinar a Seleção Brasileira numa Copa do Mundo, algo que eu acreditava ser impróvavel quando ele assumiu, no longínquo agosto de 2006.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: