Soneto ao Largo

E voltemos ao Largo do Rosário
A festa do rico e do operário
Com as barracas cheias de bebidas
Vodca, energético e muitas batidas
Na roleta rola muito dinheiro
E shows chamam a atenção do festeiro
Quando se faz tudo exagerado
Só se quer uma menina do lado
Largo, tu que és cheio de encantos
Saiba nos dar sempre a alegria
e suportar vagabundos e santos
Seja sempre o reduto da fantasia
Nos cubra com todos os teus mantos
Inspire minha simples poesia
Rogério Arantes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: